Winners Invest

Investimentos diversificados: Como sair da crise?

A diversificação de investimentos podem trazer soluções  diante do atual cenário econômico, quando se nota a preocupação com a vida financeira e como ela tem se tornado cada vez mais comum. Após vários meses em isolamento, não se tem previsão de quando a economia voltará a se estabilizar, muito pelo contrario, as pesquisas indicam uma forte crise, principalmente econômica.  

Entretanto, o que pode garantir uma maior estabilidade financeira, é alguma forma de renda extra, e os investimentos se apresentam como uma ótima alternativa para aqueles que precisam não somente vencer a crise, mas também para aqueles que querem se prevenir.

Nesse artigo mostraremos a importância de ter investimentos diversificados, como são os ganhos, e os riscos que podem aparecer.

O que são os Investimentos Diversificados?

tipos de investimentos

Os investimentos diversificados, também conhecido por “cesta” ou “portfólio de investimentos”, consiste em distribuir o capital, entre diferentes ativos. É uma técnica de diminuição de risco e maximização de ganhos.

Ela pode ser feita em diferentes aplicações, tanto de renda fixa quanto renda variável, ou incluir o capital nas duas categorias. Ou seja, um investidor pode ter aplicações de diferentes níveis de riscos, prazos e rentabilidade.

O nível de diversificação dos investimentos depende dos objetivos pessoais do investidor e de como se encontra a economia mundial, que pode ser alterada por diversos fatores como, politica, saúde, taxas, entre outros.

No entanto há inúmeras formas de diversificar seus investimentos, tanto nos mercados (renda fixa ou variável), quanto em relação aos próprios títulos.

A importância desse movimento ocorre justamente devido aos vários fatores que citamos que podem afetar a economia, desde as taxas de juros até acontecimentos externos. Assim, diversificar é uma forma de garantir melhores rentabilidades, com maior segurança, considerando também os diferentes prazos das aplicações.

Como os Investimentos Diversificados podem ajudar a sair da crise?

Como os investimentos diversificados te ajudam a sair da crise?

Primeiramente é preciso ter em mente que o mercado e o cenário econômico são voláteis, assim é possível entender melhor o que é a diversificação.

Mesmo com análises de longo prazo, não é possível prever em 100% como vão estar os ativos, e é por isso que quando tem todos os investimentos em uma única classe, se torna maior o risco. Pois esse único ativo pode entrar em desvalorização, quando menos se espera. Assim, se torna vital que a diversificação de investimentos seja equilibrada de acordo com os objetivos do investidor para ajudá-lo, e claro, de acordo com o mercado financeiro.

Um dos principais objetivos da diversificação é minimizar os riscos, o que faz com que algumas pessoas acreditem que diversificar somente em renda fixa é o melhor a se fazer, mas não é! Pois o objetivo na diversificação é a rentabilidade.

Imprevistos podem ocorrer a qualquer momento, como por exemplo um problema de saúde, demissões e situações inesperadas, como a que está acontecendo no momento, crise na saúde e economia por conta do corona vírus. Com uma renda extra, como por exemplo investimentos diversificados, você consegue controlar suas economias com mais tranquilidade!

Reduzir os riscos dos investimentos, reduz o ganho?​

O que muitos tem dúvida é “Se eu reduzir os riscos, estarei reduzindo o potencial de ganhos?” E a resposta, é não! Já que afinal o que você reduz é a oscilação e uma possível perda.

Até mesmo em tempos de crises, alguns tipos de investimento têm ótimos retornos, e é por isso que ter investimentos diversificados é importante. 

Existem diferentes opções de investimentos e cada um desses reagem de formas variadas de acordo com economia, sociedade e política. 

As vantagens de ter investimentos diversificados são várias:

Maior rentabilidade dos investimentos​

Quando se tem investimentos diversificados, você abre um leque de opções e caminhos para uma boa rentabilidade.  Pois além, da diminuição de riscos, com investimentos diversificados geralmente não ocorrem riscos a um ou mais ativos.

Redução de riscos​

Essa é uma das maiores vantagens ao elaborar um bom investimento. Com uma boa gestão o investidor obtém mais segurança aos seus investimentos.

  • Mercado: é possível que em algum momento os preços dos ativos caiam, causando prejuízo.
  • Crédito: existe a possibilidade de alguma instituição, não pagar na data combinada.
  • Liquidez: você pode não conseguir o dinheiro quando precisar.
  • Setores: determinados setores podem afetar na economia, assim afetando também sua carteira.

Estabilidade ​

Ao construir uma carteira de investimentos diversificados, você tem seus ganhos alocados em diferentes investimentos, assim pode diminuir ou aumentar o ritmo do seu capital para manter o equilíbrio.

Comodidade​​

Os investimentos diversificados podem trazer maior comodidade. Pois, podem ter investimentos com diferentes prazos, assim sendo possível ter sempre um capital reserva em casos de emergência. 

Dentro dessa categoria, também é possível ter a comodidade através de uma empresa de gestão financeira, que cuidara da melhor forma de seus investimentos.

Tipos de investimentos

Primordialmente é preciso entender que existem as aplicações em renda fixa e em renda variável, e que é preciso saber a diferenças entre elas.

A renda fixa tem como característica uma rentabilidade pré-definida, ou seja, o investidor sabe quanto irá receber de fato desde o início dos investimentos. Normalmente as aplicações em renda fixa são de baixa rentabilidade e baixo risco, indicada para investidores de perfil conservador.

Já as aplicações de renda variável são aquelas que os rendimentos são imprevisíveis e dependem de vários fatores, como o setor da saúde e da economia.  Apesar de apresentar maior risco, a renda variável tem maior rentabilidade.

As principais diferenças entre renda variável e renda fixa:

 

Renda Fixa Renda Variável
Retorno Previsível Retorno Imprevisível
Baixa rentabilidade  Alta rentabilidade 
Menor risco  Maior risco 
Poucas modalidades de investimentos Variedades de modalidades de investimentos
Indicado para perfis  conservadores Indicado para perfis conservadores, moderados e agressivos
Retorno medido pelo CDI Retorno medido pelo Ibovespa

Aplicações em renda fixa:

Poupança ​

A poupança é uma conta bancária com funções limitadas, com um limite de transações por mês e, que em troca, oferece ao cliente um pequeno rendimento mensal.

Tesouro Direto​

Em resumo o Tesouro Direto é emitido pelo Tesouro Nacional, que é um órgão do governo federal junto com a Secretária do Tesouro Nacional (STN). Ou seja, qualquer pessoa pode “emprestar” dinheiro para o governo através do investimento em um título do Tesouro Direto. 

CDB (Certificado de Depósito Bancário)​

No caso do  CDB funciona como um empréstimo do seu dinheiro para a instituição bancária. Em troca, você recebe uma taxa de rentabilidade que é definida no momento da compra. 

LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

Os recursos captados pelo emissor são utilizados para o financiamento das atividades do setor imobiliário. Em troca, ele oferece uma taxa de rentabilidade anual, que é definida no momento da compra. 

No caso da LCA a captação é direcionada para financiar as atividades do setor do agronegócio.

LIG (Letra Imobiliária Garantida)

A LIG é um título lastreado por créditos imobiliários que pode ser emitido por bancos, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento ou investimento, companhias hipotecárias e associações de poupança e empréstimo.

LC (Letra de Câmbio)​

A letra de câmbio é um título de renda fixa muito semelhante ao CDB. A principal diferença entre o CDB e a LC é que o primeiro é emitido por um banco e a segunda por financeiras. 

Aplicações em renda variável:

Investimentos em ações​

Os investimentos em ações são os mais comuns na renda variável, e esse tipo de investimento tem atraído cada vez mais brasileiros para a Bolsa de Valores.

Ação é uma fração do valor de uma companhia, quando você compra essa fração, você se torna sócio da empresa. Sendo assim, você ganha tanto com a valorização, quanto com seus lucros.

Muitas instituições buscam expandir seus negócios, e para isso se tornam companhias de capital aberto e ofertam suas ações, também chamadas de papeis, para obter recursos no mercado e ações.

Sendo assim, para quem investe é uma oportunidade de fazer o dinheiro trabalhar para si, e obter melhores lucros.

Contratos futuros​

O mercado futuro é o ambiente da bolsa de valores onde os contratos futuros são negociados. Negocia-se contratos com prazos e preços determinados. Ou seja, um acordo entre partes para um preço já estabelecido numa liquidação futura. Esses contratos futuros derivam de alguns produtos, como por exemplo: juros, câmbio, ouro, commodites (milho, soja e etc.) e Petrobras.

Fundos imobiliários​

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são investimentos em imóveis, que une vários investidores com interesses em comum, para atingir um objetivo.

E esses investidores não precisam nem mesmo se conhecer, pois os investimentos em FII ocorrem na Bolsa de Valores.

Os Fundos Imobiliários oferecem retornos tanto pela valorização do valor investido (ganho de capital), como pela renda mensal obtida com os aluguéis.

ETFs - Exchange Traded Fund (fundos de índice)

Trata-se de um investimento conjunto. Essencialmente, os ETFs são fundos de investimento que visam em acompanhar o desempenho de um índice em específico.

Commodities

Commodities são todas as matérias-primas essenciais que possuem nível baixo de industrialização. O termo commodity em inglês significa mercadoria em português. 

Essas matérias são produzidas em grande escala, sem diferenças entre marcas, e podem ser estocadas sem que percam a qualidade, como por exemplo o trigo. São comercializadas em grande volume no mundo inteiro e são a base para a industria.

 Os 4 tipos de commodities mais populares são: Agrícola, Mineral, Financeira e de Recursos Energéticos.

Perfis de investidores

diversificação investimentos
Com o seu perfil definido, é possível criar um planejamento financeiro de forma que lhe traga mais benefícios. 
  • Conservador: Esses investidores são os que buscam maior segurança, e investe somente uma pequena parcela de sua renda, o que faz com que seus investimentos tenham pouca rentabilidade. 
  • Moderado: É o perfil mais comum, tem maior tolerância aos riscos, entretanto busca por investimentos de maior lucro.  
  • Agressivo: Esse perfil não tem medo de assumir riscos desde que obtenha maiores lucros.

A análise do mercado e as oportunidades nos Investimentos

Analise de mercado de investimentos

As oscilações da economia, sejas elas positivas ou negativas, geram oportunidades nos investimentos. 

Isso porque cada ativo tem um tipo valorização, em um período. Ou seja, um ativo que está desvalorizado em tempos de economia positiva, pode ter um valor melhor em tempos de crise. É por isso que investimentos diversificados trazem mais benefícios  do que apenas um ativo, visto que com diversos tipos de investimentos haverá renda independente de como se encontra o cenário econômico. 

Claro que, para conseguir tal feito, é importante o conhecimento e a experiência com o mercado financeiro.

Conclusão

Concluindo é importante o conhecimento e a experiência com o mercado financeiro, para que se obtenha o máximo de ganhos com o mínimo de riscos. Mas com a ajuda de um profissional é possível obter ganhos sem a necessidade de “gastar” horas e horas estudando sobre o mercado e correndo riscos.

Na Winners Invest, trabalhamos com profissionais capacitados, sempre prezando pelos objetivos do investidor e com diversos planos para diferentes perfis. 

Posts recentes